Consultoria: Elaboração de Estojo de Ferramentas de Comunicação Interpessoal

jan 13, 2021

NOME DA CONSULTORIA: Elaboração de Estojo de Ferramentas de Comunicação Interpessoal, para PCI Media, Moçambique.

PRAZO PARA CANDIDATURA: 25 de Janeiro de 2021

DATA ESPERADA DO INÍCIO: 15 de Fevereiro de 2021

RESPONDE PERANTE: Gestora do Projecto Acesso Sem Barreiras da PCI Media em Moçambique

LOCAL: Maputo e Tete, incluindo os distritos de Changara e Tsangano.


Acerca da PCI Media (https://www.pcimedia.org/):

A PCI Media é uma ONG de grande impacto, em rápido crescimento, que tem por missão dar às comunidades em todo o mundo as capacidades para inspirarem mudanças sociais e ambientais positivas, através da narração de histórias e da comunicação criativa. Juntamente com os nossos parceiros em todo o mundo, nos últimos 30 anos, produzimos mais de 7,000 episódios de 125 produções televisivas e radiofónicas, atingindo mais de dois mil milhões de pessoas em mais de 60 países. As nossas campanhas, aplaudidas e premiadas internacionalmente, incluem narrativas inspiradoras e personagens inesquecíveis que transmitem informações vitais e que mudam as atitudes e os comportamentos em matéria de grandes questões sociais, ambientais e de saúde. O poder dos meios de difusão e da narração de histórias de classe mundial comprovaram ser uma combinação vencedora para a PCI Media na Ásia, África, Caraíbas e Continente Americano.

Em Moçambique, a PCI Media associa-se à UNICEF Moçambique,  Governo do Flanders, WFP, Rádio Moçambique e a outros parceiros numa iniciativa de Comunicação de Mudança de Comportamento Social (SBCC) Ouro Negro 360 que aborda temas relacionados à Saúde, Saúde Sexual e Reprodutiva, Nutrição, Educação, equidade de Género, prevenção do Casamentos prematuros, e outros. Os principais produtos são radionovelas, programas radiofónicos ao vivo, spots e teatro.


Apresentação Geral do Projecto “Acesso Sem Barreiras”:

Em Moçambique, a PCI Media, em colaboração com o Centro Internacional de Saúde Reprodutiva (ICRH) – Moçambique e a TV Surdo (TVS), está a implementar um projecto de 3 anos para promoção das saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes nos distritos de Changara, Tsangano e na cidade de Tete em Tete e nos distritos de Magude e Moamba na província de Maputo. O projecto irá oferecer formações e produzir um kit de ferramentas de Comunicação Interpessoal, a ser usado nos meios de comunicação interpessoal e de massa, nas unidades sanitárias, nas escolas e nas comunidades por diferentes actores. Os beneficiários diretos deste projecto serão raparigas e rapazes adolescentes com idades compreendidas entre os 10 e os 19 anos, incluindo os marginalizados e com deficiência, assim como membros da comunidade, tais como pais e outros cuidadores. Os beneficiários indiretos incluem prestadores de serviços de saúde, professores, educadores de pares, líderes comunitários, produtores de programas  radiofónicos e outros actores relevantes, que irão beneficiar das capacitações visadas no âmbito do projecto.

Os objectivos do projecto são:

  • equipar os profissionais de saúde, educadores de pares, facilitadores e outros actores comunitários  com  recursos;
  • motiva-los para prestar serviços inclusivos e apropriados, destinados a explicar e promover os direitos de saúde reprodutiva;
  • aumentar a procura de serviços de Saúde Sexual e Reprodutiva.

Deste modo o projecto prevê o desenho de um Estojos de Ferramentas, de alta qualidade para apoiar a Comunicação Interpessoal (CIP), sendo:

  1. Um estojo de ferramentas para os provedores de saúde
  • Um estojo de ferramentas para Activistas e educadores de pares (Geração BIZ e OBC) e outros actores comunitários (Líderes comunitários, Professores, Pais e Encaregados de Educação  e Produtores de rádio)

Os materiais devem ser simples e inclusivos e devem incluir:

  • Princípios da Comunicação Interpessoal
  • Enfatizar a inclusão e não-discriminação (como comunicar com adolescentes com deficiência – métodos alternativos e promoção da criatividade)
  • Abordagem de temas de SSR que emergiram da pesquisa formativa do projecto realizada em Dezembro de 2020
  • Dicas de acções para cada um dos actores

Responsabilidades:

Com o apoio e supervisão do Gestor do projecto Acesso Sem Barreiras, o consultor irá:

  1. Familiarizar-se com o conteúdo/informacão da pesquisa formativa do projecto;
  2. Elaborar o Estojo de Ferramentas de Comunicacão Interpessoal  (IPC) que inclue um Manual simples, Guiões,  Áudios e textos de histórias, Album seriados, Flash Cards e outros materiais em linguagemde sinais;
  3. Pre-testagem dos materiais de IPC;
  4.  Formar  o Pessoal do Projecto sobre o Uso do Estojo de Ferramentas.

Viagens para a pré-testagem dos materiais

A despesas para a deslocação  à província de Tete e aos distritos (Changara e Tsangano) para a pré-testagem dos materiais  serão da responsabilidade da/o consultor/a edevem ser incluídos na proposta financeira.


Candidaturas

Todas as/os candidatas/os interessadas/os em participar do processo de selecção deverão enviar: 

– proposta técnica detalhando a sua compreensão aos ToRs, incluindo a metodologia de trabalho e plano de actividades;

– Proposta financeira, incluindo todas as despesas necessárias para a realização da consultoria;

– Currículum vitae do consultor.

Os documentos devem ser enviados por email para hmomade@pcimedia.org e pdavidesilva@pcimedia.org até 25/01/2021. Deve incluir “Estojo de Ferramentas de IPC” na linha do assunto do seu email. Não se aceitam telefonemas.

Posts Relacionados

O Covid-19 chega a Nguva

No âmbito na resposta ao Covid-19, a equipa de Ouro Negro, em parceria com UNICEF e MISAU, produziu um episódio especial para partilhar mensagem de prevenção....